Avião de pequeno porte explode e deixa quatro mortos no Norte de Minas

As vítimas identificadas são o empresário Adolfo Geo e a esposa dele, Margarida Geo, além do piloto e do copiloto

Divulgação/BombeirosDivulgação/Bombeiros

atualizado 26/11/2018 10:51

Um avião de pequeno porte caiu, por volta das 7 horas desta segunda-feira (26/11), na zona rural de Jequitaí, no Norte de Minas, próximo à Fazenda Jatobá. De acordo com as primeiras informações de socorristas do Samu, quatro pessoas que estavam na aeronave morreram. Quatro pessoas morreram. Até agora, as vítimas identificadas são o empresário Adolfo Geo e a esposa dele, Margarida Geo, além do piloto e do copiloto que estavam no avião. As informações são do jornal O Tempo.

Militares do Corpo de Bombeiros de Pirapora estão empenhados em atender a ocorrência. As informações são da Secretaria de Saúde de Jequitaí.

Segundo moradores, a aeronave pertence ao empresário que possui fazendas de confinamento de gado no município. O acidente ocorreu quando o avião se preparava para pousar em uma das fazendas do empresário. O avião explodiu logo após pousar.

Segundo informações preliminares, a hélice teria batido no pivô, o que fez com que uma das rodas do avião pegasse fogo. Isso ocasionou explosão imediata de toda aeronave.

Até o momento, nenhuma vítima deu entrada na Unidade Mista de Saúde de Jequitaí, o que leva a crer que todos os ocupantes da aeronave morreram. A reportagem também entrou em contato com a Fundação Hospitalar Dr Moisés Magalhães Freire, de Pirapora, que também confirmou que não recebeu vítimas de acidente.

O modelo da aeronave é da fabricante norte-americana Learjet e tem capacidade para oito passageiros. Para a ocorrência, foram empenhados dez viaturas do Corpo de Bombeiros de Pirapora, sendo que quatro delas estão no local, além de dois helicópetos Arcanjo de Montes Claros.

Últimas notícias