Audiência sobre “passaporte da vacina” vira guerra entre bolsonaristas e petistas em Campo Grande

Guarda Civil Metropolitana foi acionada e fez pequenas intervenções

atualizado 27/09/2021 17:33

Audiência sobre 'passaporte da vacina' vira guerra entre 'bolsonaristas e petistas' em Campo GrandeWesley Ortiz

Audiência pública sobre adotar ou não o chamado ‘’passaporte sanitário’’ em Campo Grande gerou princípio de tumulto, na tarde desta segunda-feira (27/9), na Câmara Municipal. Grupos contrários trocaram hostilidades e a Guarda Civil Metropolitana foi acionada.

Grupos contrários ao passaporte chamam a medida de ‘’ditadura’’, alegando que não se pode restringir o direito de ir e vir do cidadão. Os que defendem a ideia, acham que a medida reduzirá o número de contaminações e óbitos pela covid-19.

‘’Vacina não garante nada. Quem tomou vacina também morre’’, gritou um dos manifestantes, contrário ao passaporte. Houve muita gritaria e dedos apontados entre grupos que defendem e criticam o projeto.

Leia mais no Topmídia News, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias