Ataque de Israel destrói escritórios de veículos de imprensa em Gaza

Justificativa israelense foi que local também era usado pelo grupo islâmico Hamas; local foi evacuado antes, após aviso de ataque iminente

atualizado 15/05/2021 16:34

Prédio com escritórios de imprensa é destruído em GazaReprodução/Rede Al Jazeera

Israel realizou, neste sábado (15/5), um ataque e destruiu um prédio que abrigava escritórios de agências de notícias e outros veículos de imprensa em Gaza. Na torre de 12 andares ficavam veículos como a Associated Press (AP) e a Al Jazeera, do Catar.

Os ataques seguem em mais um dia de conflitos. De acordo com a agência Reuters, a justificativa de Israel para o ataque foi que o prédio também era usado pelo grupo militante islâmico Hamas.

O prédio al-Jalaa na Cidade de Gaza, que além de escritórios de imprensa também tinha bem como outros escritórios e apartamentos, foi evacuado depois que o proprietário recebeu um aviso prévio da ataque iminente.

Um jornalista palestino foi ferido no ataque, informou a mídia palestina. Destroços e estilhaços voaram a dezenas de metros de distância.

Os militares israelenses disseram que seus “aviões de combate atingiram um prédio de vários andares que continha ativos militares pertencentes aos escritórios de inteligência da organização terrorista Hamas”.

Eles disseram que haviam fornecido um aviso prévio aos civis no prédio, permitindo que todos saíssem.

Últimas notícias