Apesar de denúncias, Gabriel Monteiro se mantém com seguidores em alta

Denunciado por abusos sexual e moral, Gabriel Monteiro perdeu patrocinadores, mas manteve número de seguidores em redes sociais

atualizado 05/04/2022 21:03

Gabriel Monteiro vai responder a processo de cassação aberto por Conselho de Ética e Disciplina na Câmara de Vereadores Aline Massuca/Metrópoles

Rio de Janeiro – Nas últimas semanas, o vereador, ex-policial e influencer Gabriel Monteiro se tornou alvo de uma série de denúncias. E, apesar da gravidade de algumas acusações, ele manteve sua popularidade em redes sociais onde soma 4,6 milhões de seguidores apenas no Instagram.

Conselho da Câmara abre processo de cassação contra Gabriel Monteiro

Gabriel foi acusado de estupro por quatro mulheres. Alvo de denúncias de assédio moral por funcionários da Câmara dos Vereadores do Rio. Investigado por forjar vídeos, entre eles supostos confrontos em favelas, para ganhar audiência nas redes.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

De acordo com a Netlab – grupo de pesquisa da Escola de Comunicação da UFRJ, nos últimos dez dias (entre 27 de março e 5 de abril), desde que se tornaram públicas as denúncias de abuso sexual e moral, ele ganhou 18 mil novos seguidores no Instagram. No Twitter, no mesmo período, ele ganhou pouco mais de 15 mil seguidores.

No Facebook, em sete dias (entre os dias 29/3 e 4/4), ganhou mais de 28 mil novos seguidores.

Patrocínios

O levantamento da Netlab, no entanto, não dimensiona se os novos seguidores se comportam como admiradores. Nas seções de comentários, uma parcela das mensagens apresenta críticas contundentes às denúncias associadas ao ex-policial.

Recentemente, Gabriel Monteiro perdeu patrocínios em seu canal do YouTube. Segundo o movimento Sleep Giants Brasil, 19 empresas diferentes já sinalizaram que não desejam estar atreladas aos anúncios exibidos no canal do ex-policial.

O grupo segue impulsionando uma campanha para acabar com a monetização do canal do vereador no YouTube. Simultaneamente, a empresa está investigando se Gabriel violou as regras da plataforma.

Denúncias

Na tarde dessa terça-feira (5/4), por unanimidade, o Conselho de Ética e Disciplina da Câmara de Vereadores do Rio decidiu abrir um processo de cassação contra o parlamentar.

Gabriel Monteiro foi o terceiro vereador mais votado do Rio na última eleição, com 60.326 votos.

Nas recentes denúncias contra o vereador, divulgadas pelo Fantástico, da TV Globo, três funcionários e ex-funcionários de seu gabinete relataram que, durante o exercício da função parlamentar, o vereador pedia “carinhos”, inclusive nas partes genitais. A reportagem também mostrou como Monteiro forjou cenas ao produzir vídeos para seu canal do YouTube.

Mais lidas
Últimas notícias