Allan dos Santos cria plataforma para receber doações em dólar

Atualmente, Allan se encontra nos Estados Unidos com o visto vencido. Na plataforma, é possível contribuir com US$ 10 mensais

atualizado 23/10/2021 12:50

Allan dos Santos veste traje socialHugo Barreto/Metrópoles

Após ter a prisão preventiva decretada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, o jornalista Allan dos Santos criou uma plataforma on-line exclusiva para doações em dólares. Atualmente, ele se encontra nos Estados Unidos com o visto vencido.

No site www.allandossantos.com, é possível se inscrever para contribuir com assinatura mensal de dez dólares.

Conforme divulgado pela coluna Guilherme Amado, uma investigação da Polícia Federal apontou que dois terços da renda do blogueiro provêm de doações feitas em seu nome ou para as plataformas do canal Terça Livre.

O canal e o blog tiveram as atividades encerradas nessa sexta-feira (22/10), segundo Italo Lorenzon, um dos criadores do projeto. Ele divulgou o encerramento por meio de postagem no Twitter. Também nessa sexta o YouTube tirou do ar o canal Artigo 220, usado pelo blogueiro bolsonarista Allan dos Santos após suspensão do Terça Livre na plataforma. Quem tentar acessar em solo brasileiro encontrará a mensagem “Este canal não está disponível em seu país”. No exterior, porém, o canal ainda pode ser visitado.

Allan dos Santos é alvo de dois inquéritos no STF: um sobre a disseminação de fake news e outro sobre a organização e o financiamento de atos antidemocráticos. Atualmente, ele se encontra nos Estados Unidos e teve a prisão preventiva decretada por Moraes. O magistrado ainda pediu que o Ministério da Justiça inicie imediatamente o processo de extradição do blogueiro.

Moraes ordenou ainda que a Polícia Federal inclua o mandado de prisão na lista da Difusão Vermelha da Interpol para garantir que Allan seja capturado e retorne ao Brasil. Também foi acionada a embaixada dos Estados Unidos.

Mais lidas
Últimas notícias