AL: homem é preso por estuprar mulher em frente à filha dela de 1 ano

A vítima estava em frente a um supermercado quando foi abordada pelo homem, que a levou até a casa dele para cometer o crime

atualizado 06/04/2021 21:10

Foto ilustrativa violênciaReprodução

Na segunda-feira (5/3), um homem foi preso acusado de estuprar uma mulher em frente à filha dela, de apenas 1 ano, em Maceió (AL). O suspeito foi autuado pelo crime de estupro qualificado.

À polícia, a vítima explicou que, quando foi abordada pelo homem, estava em frente a um supermercado pedindo auxílio financeiro para ajudar nas contas de casa. Ela declarou que o suspeito teria dito que na casa dele havia doações e que as destinaria a ela.

Em seguida, ela disse que teria ido junto com ele à casa e que, chegando lá, o homem pegou uma faca e ameaçou a filha dela. Nos instantes seguintes, o criminoso teria cometido o estupro, em frente à criança.

A vítima, que preferiu não se identificar, teria saído correndo após o ato, visto que o homem teria deixado a porta da casa aberta. De acordo com agentes ligados ao caso, a mulher teria chegado à delegacia em desespero e chorando muito. Em depoimento, a jovem contou ainda que o acusado a fez prometer que não o denunciaria, sob ameaça de morte.

Após a realização do boletim de ocorrência, equipes do Complexo de Delegacias Especializadas (CODE) foram à localização indicada pela vítima e prenderam o suspeito, ainda que ele tenha tentado fugir.

No local do crime foram encontrados preservativos e a faca possivelmente utilizada pelo homem durante as ameaças. O homem foi levado à Central de Flagrantes I, no bairro do Farol.

Nas redes sociais, o delegado encarregado do caso, Leonam Pinheiro, desabafou a respeito do momento da abordagem ao criminoso.

“Eu preciso desabafar sobre o que ouvi do autor do crime. Ele teve a audácia de me dizer que esse caso iria ficar por isso mesmo porque só tinha a palavra dela contra a dele. Além da palavra dela, nós tínhamos também apreendido o preservativo e a arma branca utilizada no crime”, disse por meio do Instagram.

Com informações do G1.

Últimas notícias