Acusado de matar e assar cão ironiza ao querer comer gansos da delegacia

Na delegacia, o homem confessou os maus-tratos e ainda debochou perguntando se poderia comer os gansos que estavam no pátio

atualizado 07/08/2020 14:11

O homem acusado de matar e assar no forno um cão comunitário da região do bairro Alto Boqueirão, em Curitiba, foi encontrado na noite dessa quinta-feira (6/8). Ele tem 19 anos e foi preso em flagrante pela Polícia Civil ao oferecer dinheiro para que fosse liberado – crime que caracterizou corrupção e o levou à prisão em flagrante. Na delegacia, o homem confessou os maus tratos e ainda debochou perguntando se poderia comer os gansos que estavam no pátio.

O delegado Matheus Laiola disse à Banda B que o suspeito é um homem frio e age com maldade. “O que mais nos causou estranheza é a frieza desse homem. Ele confessou, dizendo que matou e assou o cão, matou e assou um periquito que encontramos lá e ainda perguntou se poderia comer os gansos da delegacia. No caminho, ele ofereceu dinheiro aos investigadores para não ficar preso”, contou Laiola.

Leia a reportagem completa em Banda B, parceiro do Metrópoles. 

Últimas notícias