metropoles.com

Milei, “El Loco”, chama Lula de corrupto e diz que não o encontrará

Eleição para presidente da Argentina está sendo disputada voto a voto na reta final

atualizado

Compartilhar notícia

Amilcar Orfali/Getty Images
Imagem colorida mostra o extremista de direita Javier Milei, candidato à Presidência na Argentina - Metrópoles
1 de 1 Imagem colorida mostra o extremista de direita Javier Milei, candidato à Presidência na Argentina - Metrópoles - Foto: Amilcar Orfali/Getty Images

Numa entrevista encomendada ao jornalista peruano Jaime Bayly, seu admirador, o candidato a presidente da Argentina, Javier Milei, também conhecido como “El Loco”, descreve Lula como “corrupto e comunista” e diz que não se encontraria com ele.

“Ele é corrupto, por isso foi preso”, acrescentou Milei, que sustentou que se chegasse à Casa Rosada, romperia relações com todos esses países “autocráticos” ou “ditaduras”. Bayly viajou a Buenos Aires só para entrevistá-lo.

“Em relação a Lula e ao modelo da Venezuela, se você vencer e for presidente da Argentina, você teria relações diplomáticas com as ditaduras comunistas da região?”, Bayly perguntou inicialmente a Milei. “Não, eu os condenaria”, respondeu o candidato.

Sobre se faria uma reunião com Lula “de chefe de estado com chefe de estado”, Milei disparou: “Não. Ele é comunista e corrupto. Por isso foi preso. Da minha posição como chefe de Estado, meus aliados são os Estados Unidos, Israel e o mundo livre”. E mais:

“Eles são condenados, como a Coreia do Norte, como (as organizações terroristas) o Hamas e o Hezbollah. Os embaixadores também serão chamados de volta. Os autocratas estão condenados, a Rússia também.”

Baly levantou outra bola para que Milei cortasse:

“Onde vai ser a embaixada argentina em Israel?”

E Milei cortou em linha com o que Bolsonaro prometeu, mas nunca fez:

“Em Jerusalém”.

Milei voltou atrás na sua condenação ao Papa Francisco, a quem já chamou de “o representante do mal na Terra que está do lado dos comunistas assassinos”. A respeito disso, esclareceu:

“Se o Papa quiser vir, nós o receberemos com as honras de um chefe de Estado e com as honras de um chefe da Igreja Católica”.

As pesquisas de intenção de voto a duas semanas do segundo turno indicam que estas serão as eleições mais incertas das últimas décadas na Argentina. Milei e o candidato peronista Sérgio Massa estão praticamente empatados. Lula torce por Massa.

Segundo uma média calculada pelo portal La Política Online considerando diversos levantamentos realizados após o primeiro turno, Milei teria 42,9%, e Massa, 42,8% das intenções de voto. Mas Milei varia de 34,3% a 51,5%, e Massa de 38,3% a 47,2%.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comBlog do Noblat

Você quer ficar por dentro da coluna Blog do Noblat e receber notificações em tempo real?

Notificações