Blog com notícias, comentários, charges e enquetes sobre o que acontece na política brasileira. Por Ricardo Noblat e equipe

19 anos Blog do Noblat

A campanha para Janja incluir trompetista amigo de Lula na posse

Fabiano Trompetista, que tocou no lançamento da chapa do petista com Alckmin, não foi convidado

atualizado 26/12/2022 23:07

Fabiano com Lula, em SP Divulgação - Mônica Zaratine

Destacado para se apresentar em alguns eventos importantes do PT, como no lançamento da candidatura de Lula e Alckmin, o músico Fabiano Trompetista estará ausente na festa da posse do petista no próximo domingo.

Por onde passa, Fabiano, conhecido no universo da esquerda, é questionado se estará ou não executando o “Lula lá” – o hit de Hilton Acioli – na rampa ou nas suas proximidades. De tanta abordagem, ele mesmo respondeu no seu twitter:

“Muita gente me perguntando se me convidaram para tocar trompete na posse do presidente Lula. A resposta é NÃO”, postou Fabiano, desse jeito, com o “não” maiúsculo.

A possível ausência do instrumentista mobilizou petistas nas redes, em campanha para que a futura primeira-dama, Janja da Silva, o inclua na programação.

“Fabiano trompetista na posse, Janja. Atende esse chamado” – é a hashtag da campanha.

Até o Frei Leonardo Boff, petista histórico, aderiu ao movimento:

“Seria honrar a missão mobilizadora do trompetista se ele do alto da rampa tocasse a sua melodia. Seria uma vibração geral entre o povo. Ele foi corajoso. Romperam-lhe a trombeta e mesmo assim continuou com a sua conclamação. Merece um destaque especial. Temos que introduzir novos ritos”.

Últimas do Blog