É muito difícil ter — em Brasília e até mesmo em grandes capitais brasileiras — restaurantes dentro de hotéis que sejam agradáveis e sirvam boa comida. No Brasil, conta-se nos dedos de uma mão os que conseguem alcançar essa proeza.

Bom, depois que vi uma foto do Norton em um site internacional de arquitetura, fiquei curiosa para conhecer o restaurante, localizado dentro do Hotel Meliá. Queria saber se essa regra poderia ser quebrada por lá.

Fazia tempo que não colocava os pés no Norton. Lembrava que a comida era ok, mas não gostava do ambiente. Fiquei encantada com o que vi. Confesso que até surpresa. Três cores dominam o lugar (cinza, preto e o bege da madeira), o que dá uma sensação de amplitude e leveza.

O teto forma um labirinto harmônico com linhas de placas de madeira. O mobiliário, além de bonito, é confortável. O canteiro na varanda exala aroma de alecrim, hortelã, tomilho, salsa e outras ervas.

Digamos: o primeiro item da lista se mostrou afirmativo. O lindo ambiente faz você querer ficar no lugar. A única coisa que destoa são as televisões ligadas nas paredes, desagradáveis e desnecessárias.

Reprodução Archdaily/Haruo Mikami

O novo projeto do Norton foi destaque no site Archdaily


Cardápio bem distribuído

O segundo ponto era a comida. O cardápio é bem distribuído: apesar de o foco ser a carne, há opções de aves, peixes, risotos e massas. Você escolhe uma carne e, no valor, já está incluído, além de uma saladinha de entrada, um acompanhamento.

Das visitas que fiz, quis experimentar um pouco de cada. O risoto de aspargos e brie (R$ 58) estava bastante saboroso, apesar de o arroz cozido um ponto acima. A porção é bem servida. Eles também oferecem esta opção como um dos acompanhamentos.

O bombom de alcatra (R$ 99, 250g) veio suculento, macio e com aquela crosta típica de preparações na brasa. Ao cortar, a carne estava no ponto ideal, rosada e preservando os sucos. De acompanhamento, pedi uma porção com três tipos de batatas (doce, inglesa e baroa) com ervas. Achei a quantidade mirrada, composta por três pequeninas metades de cada tubérculo.

O galeto desossado (R$ 65, 350g) também fez sucesso no meu paladar. Por ser grelhada em baixa temperatura, a ave estava úmida por dentro e aromatizada levemente com sabor do alecrim"

Para escoltar, um belo mix de legumes. Abobrinha, berinjela, minimilho, cogumelo e tomate. Um éden de sabor e perfeitos no preparo. Tenros, temperados com esmero e ótimos de comer.

O prato mais sem graça foi o filé de atum em crosta de gergelim com molho teriaki (R$ 96, 250g). Era para vir apenas selado, ainda cru no interior, mas o peixe veio quase completamente cozido, tirando um pouco da graça do atum. Também faltaram sal e tempero. Se bem executado, teria combinado bem com a porção de aspargos grelhados, estes, sim, bem servidos e apetitosos.


Preços assustadores

A nova logomarca estava estampada bem na entrada. Linhas leves e elegantes, condizente com o ambiente. Porém, no cardápio disponível num tablet (que pode ser moderno, mas não tem charme algum), a logo ainda tinha fonte antiga, assim como no site. As fotos da casa no menu também estão desatualizadas. Pra mim, isso demonstrou falta de sincronia na execução para que tudo ficasse pronto ao mesmo tempo.

Os preços dos pratos assustam. A carta de vinhos é caríssima. E já eram assim antes mesmo da reforma. Se houver alguma atualização do cardápio (o que me parece adequado neste momento de renovação) que haja também nos preços, só que para baixo. Ah, e troquem as sobremesas também. Todas bem vintage, como creme de papaia com cassis.

Assim, com beleza, comida gostosa e bons preços, a casa aumenta suas chances de atrair mais clientes que não estejam hospedados no hotel, principalmente à noite. E, desse modo, aproveitar a bela varanda para um drinque ou uma taça de vinho.

Cortês, sim; omissa, não.

DEVO IR?
Sim.

PONTO ALTO:
O belíssimo espaço e o sabor dos pratos.

PONTO FRACO:
As televisões ligadas; preços caros dos pratos e caríssimos da carta de vinhos.

Norton (Setor Hoteleiro Sul, Conjunto 6, Bloco D, Hotel Meliá Brasil 21, 61 3218-5550.