*
 

Delegados voltaram a pressionar o Governo do Distrito Federal nesta terça-feira (13/9). Ao lado de outros funcionários da corporação, a categoria fez um ato em frente ao Palácio do Buriti e protocolou documento no qual exige a publicação, no Diário Oficial do DF (DODF), das exonerações dos cargos comissionados.

Em agosto, 85% dos postos de chefia foram deixados pelos servidores, como forma de fortalecer o movimento dos policiais, que cobram isonomia salarial em relação à Polícia Federal. Mas, até agora, as exonerações não foram publicadas no DODF. A cobrança também é feita nas redes sociais. “Governador Rollemberg, os policiais civis do DF não querem participar de um governo incompetente e que não respeita as instituições de Estado”, protestou o delegado Rodrigo Larizzatti, da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria), no Facebook.

Os policiais estão mobilizados desde 4 de julho, quando foi deflagrada a Operação Legalidade. Até o fim de agosto, segundo levantamento feito pelo Sindicato da Polícia Civil do DF (Sinpol), 50 mil depoimentos que dariam sustentação a pedidos de prisão deixaram de ser colhidos. Nas delegacias, os policiais foram instruídos pelo movimento a não fazer relatórios ou assinar boletins de ocorrência de outras forças de segurança.

Em função da Operação Legalidade, até mesmo os desdobramentos da Operação Hyde, que investiga a Máfia das Próteses no Distrito Federal, estão sendo prejudicados, segundo informações da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Deco).

Por meio da nota, o governo “reafirmou que está no limite de suas possibilidades financeiras, orçamentárias e de responsabilidade fiscal”. A última proposta apresentada pelo GDF, em 5 de setembro, previa aumento de 32,5% nos próximos cinco anos, divididos da seguinte forma: 7% em outubro de 2017; 7,5% em outubro de 2018; 8,5% em outubro de 2019; 5% em outubro de 2020; 4,5% em outubro de 2021. Os servidores da PCDF querem os mesmos 37% oferecidos pela União à Polícia Federal.

 

 

COMENTE

GDFdelegadosPC-DF
comunicar erro à redação