">
*
 
 

Muitos acreditam que quanto mais exercícios, mais resultados. Assim, fazem várias modalidades oferecidas pela academia no mesmo dia. Aí vai um alerta: cuidado, a equação não funciona bem assim!

Um estudo publicado, em 2012, no Journal of Strenght and Conditioning Research (JSCR), diz que realizar treinos de musculação e aeróbio de longa duração na mesma sessão pode ocasionar queda no desempenho e, consequentemente, no resultado.

O abuso na quantidade e na intensidade de exercícios tem efeitos colaterais. Eles podem aparecer como lesão nos joelhos, na coluna ou nas articulações, em geral. São as armadilhas mais frequentes para quem vai além da conta. A tendência, principalmente para os que buscam resultados rápidos, é extrapolar.

A conta vem em forma de dor. O corpo reclama. Por um processo natural, tendões e ligamentos não acompanham o desenvolvimento dos músculos, por isso é necessário fortalecê-los antes de pensar em carga ou excesso de treino.

As articulações nem sempre aguentam o impacto frequente e acabam se desgastando; aí surgem os problemas. Por isso não faz sentido ir com muita sede ao pote. É necessário ter uma orientação e uma recuperação adequada.

Outra dica: de nada adianta querer se livrar do que comeu, fazendo horas de exercícios. As pessoas comem errado e acham que isso vai resolver. “O que elas não sabem é que 65% do sucesso do exercício depende da alimentação”, ressalta a nutricionista Patrícia Lopes de Campos. É a dieta que dá combustíveis para o músculo.

Se você busca resultados reais e duradouros, vá com calma. Normalmente no que se refere à mudança de hábitos, é necessário não ter pressa. Assim, a transformação ocorre de verdade.

 


COMENTE

Ler mais do blog