40 Anos Esta Noite: família homoafetiva é tema central de peça inédita

Dirigido por Bruce Gomlevsky, espetáculo estreou no Rio de Janeiro e propõe entretenimento com reflexão

Dalton Valerio/Divulgação

atualizado 14/01/2019 18:24

Estreou em 12 de janeiro, no Teatro Ipanema, Rio de Janeiro, a peça 40 Anos Esta Noite. Com texto de Felipe Cabral, a história se passa durante a festa de 40 anos de Gabriela, casada com uma mulher. Ela decide chamar seu melhor amigo, Bernardo, que namora um cara, para ser o pai do seu filho através de inseminação artificial. O convite vai gerar muitas confusões.

Com direção de Bruce Gomlevsky, o texto é feito em cima de um argumento de Gisela de Castro, que também integra o elenco da peça, junto com Felipe Cabral, Gabriel Albuquerque e Karina Ramil (do Porta dos Fundos).

Dalton Valerio/Divulgação

Esta comédia dramática traz questões como sexualidade, relações parentais, gênero e preconceito por meio do encontro desses dois casais. “São quatro personagens muito diferentes, que se veem diante de uma oportunidade única: formar uma família. Como cada um encara isso é o conflito que os empurra um contra o outro”, sintetiza Felipe.

Aliás, Felipe Cabral já é um nome conhecido no meio de produção cultural de temática LGBT. Tem curtas que são sucesso no YouTube e em festivais (Gaydar, Aceito); peças de teatro tanto de sua autoria como de sua produção; além do canal no YouTube e perfil no Instagram Eu Leio LGBT.

Dalton Valerio/Divulgação

 

Diante dos rumos que pretensos dirigentes dos órgãos oficiais que “regularão a família” apontam em seus mal ajambrados atos, a peça – que contou com financiamento coletivo – chega aos palcos no tempo certo. “Os personagens em cena precisam refletir sobre que tipo de família pretendem e querem construir, então o público pode esperar entretenimento com reflexão”, complementa Bruce, o diretor.

A peça fica em cartaz até o dia 25 de fevereiro, aos sábados, domingos e segundas-feiras. Todos os dias haverá sorteio de livros e, sempre às segundas, terá debate após a apresentação, cada vez com um tema relacionado à vivência LGBT.

É imperdível!

Últimas notícias