Vitrine M

Entenda o método montessoriano e escolha os melhores móveis para seu bebê

A escolha de móveis não se trata de um estilo de decoração, mas um método que visa estimular a independência da criança desde cedo

atualizado 11/09/2020 15:28

Muito se engana quem pensa que o quarto montessoriano é um estilo de decoração. Na verdade, trata-se de uma proposta criada pela médica e pedagoga italiana Maria Montessori, pensada para estimular a independência da criança. A ideia é que os pequenos possam se locomover com facilidade e segurança no próprio espaço, escolhendo eles mesmos com o que vão brincar.

“Todos os móveis dentro dessa proposta precisam ser pensados para dar independência ao bebê. A cama acabou virando moda porque o estilo é bonitinho, mas essa imagem da casinha é recente, decorativa. O método propõe, originalmente, uma cama que permita a criança descer e subir com segurança e autonomia”, explica a arquiteta Cristiane Schiavoni, do escritório Cristiane Schiavoni Arquitetura e Interiores.

Brinquedoteca montessoriana
Brinquedoteca projetada pela arquiteta Cristiane Schiavoni: além da cama no chão, o fácil acesso a brinquedos e livros dá independência à criança e a estimula a manter os brinquedos em ordem

Além da cama baixa, vale investir no mobiliário de fácil acesso para os pequenos. “Sempre usei bauzinhos sem tampa para guardar brinquedos, mesas da altura deles. Outra coisa legal é deixar livros na altura dos olhos, para que possam ver a capa, pegar, guardar. É bacana também colocar um espelho, para eles se verem enquanto brincam”, recomenda a especialista.

Apesar de ser indicado para crianças de até 12 anos, Cristiane pondera se a escolha pelo mobiliário não pode esperar, ao menos, os primeiros passos dos pequenos. “Eu sugiro para crianças maiores, a partir de dois ou três anos. Pode ser usada com bebês, mas eu penso nas limitações dos adultos: é difícil se agachar no chão, com uma criança adormecida no colo, e colocá-la ali sem acordar. Geralmente os pais optam por berços tradicionais e compram as camas baixas quando o bebê anda”, comenta.

Um cuidado imprescindível na escolha dos móveis é se atentar para pontas e quinas: como bebês aprendendo a andar tropeçam bastante, é melhor comprar peças arredondadas, pintadas com tinta atóxica. “Se os pais não colocarem rolinhos ao redor da criança, é bom que o piso seja macio porque com certeza ela vai rolar e cair no chão. É uma precaução pela segurança dela mesmo”, pondera.

Metrópoles selecionou alguns móveis que podem ajudar a elaborar um quarto montessoriano para o seu pequeno. Veja:

Cama com cercado branco, da Mobly

R$ 615,99EmpresaComprar

Cama Lassie, da Carolina Baby

R$ 359,99EmpresaComprar

Cama Casinha com prateleiras, da Casatema

R$ 622,19EmpresaComprar

Beliche montessoriano, da Completa

R$ 852,14EmpresaComprar

Conjunto cama e estante, da RPM Móveis

R$ 309,90EmpresaComprar

Cama com prateleiras, da Art In

R$ 281,19EmpresaComprar

Balcão com prateleira, da Quiditá

R$ 144,39EmpresaComprar

Organizador infantil com três nichos, da Casatema

R$ 84,99EmpresaComprar

Organizador infantil porta-brinquedos, da OrganiBox

R$ 246EmpresaComprar

Os valores mencionados se referem à data de publicação da matéria e podem sofrer alterações de acordo com os critérios de cada loja. O Metrópoles não comercializa os produtos ou serviços citados.

Mais Vitrine M
Newsletter