Cinco atitudes que você não deve tomar quando seu filho fizer birra

Veja comportamentos a serem evitados para encurtar o período de chilique dos pequenos

atualizado 07/09/2020 11:22

Criança fazendo birraFreepik

A criança faz birra, grita, chuta, morde e você não sabe o que fazer. Primeiro, você fala com calma, tenta suavizar a situação. No entanto, nada funciona.

Você se sente cada vez mais impotente e não tem ideia de como se comportar e acalmar você e seu filho. Para lidar com a situação, é útil saber o que não fazer para amenizar o acesso de raiva do pequeno.

1. Não grite, não discuta e não segure a criança

Uma criança que está em uma crise de raiva se joga e pisoteia. Muitas vezes, desencadeia comportamentos semelhantes aos dos pais, como gritos, ameaças e raiva. Em vez disso, tente ser a mais calma possível, abaixe a voz, fale com segurança e suavidade.

Claro, se uma criança quer se machucar, andar na rua ou jogar objetos, ela precisa ser protegida para salvar sua vida. Porém, quando não for necessário, não segure o bebê nem puxe sua mão ou roupa.

Para continuar a leitura, acesse o blog Mil Dicas de Mãe, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias