DF: suspeito de matar namorada é preso usando jaqueta com sangue

Homem de 33 anos já havia ameaçado a vítima, segundo os investigadores da Polícia Civil do DF

atualizado 04/03/2020 16:55

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, nesta terça-feira (03/03), o companheiro da mulher de 33 anos encontrada morta com corte na cabeça em matagal do Recanto das Emas. A informação foi confirmada ao Metrópoles pelo delegado-chefe da 27ª Delegacia de Polícia (Recanto das Emas), Pablo Aguiar.

De acordo com o investigador, um casal relatou à PCDF que a vítima, identificada como Camila de Oliveira, já havia sofrido ameaças de morte do suspeito. “Informaram que encontraram com ela por volta das 3h da madrugada e que ela comentou que iria vê-lo. Apuramos que ele havia dito, em outra ocasião, que iria matá-la com pedradas na cabeça”, explicou Aguiar.

Após o relato, agentes da 27ª DP estiveram na residência do suspeito e identificaram sangue humano em uma jaqueta que ele usava. “Com a ameaça, as informações fornecidas por testemunhas e vestígios na roupa, pedimos a prisão em flagrante do autor”, finalizou o delegado.

O homem, que já estava cumprindo pena em regime domiciliar, responderá por feminicídio, o sexto registrado no Distrito Federal neste ano. O corpo da vítima foi localizado na manhã desta terça e apresentava um corte na cabeça.

 

Últimas notícias