Corte de gastos: resort da Disney reduz regalias aos hóspedes. Entenda

A partir de 2022, visitantes não poderão mais contar com alguns benefícios oferecidos pelo Walt Disney World Resort

atualizado 15/01/2021 11:52

Pessoa tira foto do castelo da Cinderela, na DisneyElijah Chen/Unsplash

Quem conhece o Walt Disney World sabe bem que a magia começa antes mesmo da chegada aos parques. A experiência é ainda mais especial para os visitantes que optam por se hospedar no complexo. Eles pagam um pouco mais, porém, têm direito a algumas regalias que valem a pena o investimento. Contudo, a partir de 2022, as férias na terra do Mickey serão um pouco diferentes.

De acordo com anúncio feito no blog oficial dos parques da Disney, o Magical Express, translado que desde 2005 levava hóspedes do complexo em Orlando ao aeroporto, irá se aposentar a partir de 1º de janeiro do próximo ano. Para chegar ao resort, os visitantes precisarão alugar carros ou investir em veículos compartilhados.

“Conforme planejamos o futuro, estamos observando como as necessidades e preferências estão mudando em toda a indústria de viagens, especialmente na forma como as pessoas desejam chegar aos lugares mais rapidamente, de acordo com sua conveniência”, diz o anúncio publicado.

A publicação também decretou o fim das Extra Magic Hours, serviço que estende os horários de abertura e fechamento dos parques Magic Kingdom, Epcot, Animal Kingdom e Hollywood Studios para os visitantes hospedados no hotel da Disney.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

A opção foi suspensa desde a reabertura dos parques, no último verão nos Estados Unidos e, “com saúde e segurança em mente, não voltará”. No lugar do benefício, os hóspedes terão direito a entrada antecipada de 30 minutos no parque temático de sua escolha a cada dia das férias.

“Isso nos ajuda a espalhar melhor a visitação por todos os quatro parques temáticos, ao mesmo tempo em que fornece flexibilidade aos hóspedes”, alegaram.

Mais lidas
Últimas notícias