Busca por destinos fora do eixo tradicional na Europa aumentou em 2017

A República de San Marino, Geórgia e Israel foram os países onde a visitação cresceu mais no último ano

atualizado 30/09/2018 10:01

Getty Images

Quem deseja conhecer destinos fora do convencional na Europa pode se surpreender com as opções onde a procura aumentou no ano passado em relação a 2016. Enquanto a França atraiu 86,9 milhões de pessoas, Espanha (81,7), Itália (58,2), Reino Unido (37,6) e Turquia (37,6) completam o top 5 entre os locais com maior número de visitantes. No entanto, segundo dados da Organização Mundial do Turismo (OMT) divulgados no final de agosto, são a República de San Marino, Geórgia e Israel — inusitadamente categorizado como Europa — que mais cresceram na busca.

Acontece que, nos destinos mais populares, o crescimento é limitado. Apesar do grande número de visitantes, a França aumentou 5,1%, enquanto San Marino, país minúsculo dentro do território da Itália, acumulou a porcentagem em 31,1%, mesmo com o número bem inferior de 78 mil visitas.

A Geórgia, localizada entre a Rússia, Turquia e Armênia, atraiu 3,4 mi e obteve 27,9%. Em terceiro lugar, Israel, que na verdade faz parte do Oriente Médio, teve 24,6% de crescimento e 3,6 milhões de visitações. A República da Moldávia, com 145 mil, viu o turismo aumentar em 19,6%.

Confira alguns detalhes sobre os três destinos mais procurados:

0

No geral, as viagens turísticas internacionais aumentaram 7% em 2017. O número é o maior desde 2010. Na Europa e na África, o crescimento foi de 8,4% e 8,6%, respectivamente. Os números são do UNWTO Tourism Highlights 2018.

OMT
Com sede em Madri, na Espanha, a agência é ligada à ONU desde 2003 e foi criada em 1925. Com ênfase no turismo sustentável, suas ações buscam divulgar informações em torno das políticas e do mercado de turismo ao redor do mundo. A organização conta com 155 países e tem 400 afiliadas, incluindo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), desde 2004.

Últimas notícias