metropoles.com

Seis suplementos nutricionais para melhorar a energia e a disposição

Sem uma dieta com ingestão adequada de nutrientes, dificilmente será possível manter o pique em dia

atualizado

Compartilhar notícia

Daniel Megias/500px/GettyImages
Foto colorida de scoop com suplemento alimentar derramado em mesa azul - Metrópoles
1 de 1 Foto colorida de scoop com suplemento alimentar derramado em mesa azul - Metrópoles - Foto: Daniel Megias/500px/GettyImages

Tem sentido baixa energia ultimamente? Um fator que está diretamente ligado à disposição é a alimentação. Sem uma dieta com ingestão adequada de nutrientes, dificilmente será possível manter o pique em dia, comprometendo também as atividades diárias.

Uma alimentação rica, com cardápio contendo uma vasta oferta nutricional, é importantíssimo. A preocupação com os nutrientes deve ser dobrada já que, com uma baixa oferta de calorias, fica difícil atingir a recomendação de nutrientes diária e, nesse caso, a suplementação pode ser uma colaboração necessária.

É importante frisar, de antemão, que a suplementação jamais substitui o poder de um alimento mas, em alguns casos, pode cumprir um papel essencial, complementando as refeições. Uma baixa ingestão calórica, doenças inflamatórias, desequilíbrios hormonais ou baixa qualidade alimentar são fatores comuns para o quadro de desnutrição, ainda que temporária. Por consequência, é quase impossível conter a sensação de falta de energia associada à fadiga.

Veja, então, seis suplementos alimentares que podem combater esses sintomas e xô, moleza!

Ômega 3
Além de ser um potente anti-inflamatório natural, esse nutriente favorece a capacidade cognitiva e oferece ácidos-graxos de boa qualidade, essenciais à saúde do organismo, como EPA e DHA.

Arginina
A arginina é um aminoácido com diversas funções, como melhora na cicatrização, Além disso, colabora com a atividade do sistema imunológico. Além dessas características, a arginina é um vasodilatador natural, estimulando a produção de óxido nítrico e favorecendo, assim, a disposição e o aumento da energia. Esse aminoácido, inclusive, está presente em algumas pastilhas efervescentes antigripais, caso de algumas vitaminas C.

Creatina
A creatina é um suplemento que ganhou bastante ascensão no ramo da nutrição. Trata-se de um combustível para os músculos. Além de fornecer energia para o tecido muscular, a creatina pode colaborar com controle glicêmico e na recuperação da musculatura.

A vitamina C também é uma grande aliada da beleza

Vitamina D
Com a vitamina D abaixo dos níveis recomendados, uma série de processos metabólicos ficam comprometidos. Um dos sinais claros disso é a fadiga e o cansaço. Outro sinal é a insônia e o comprometimento da atividade do sistema imunológico. A absorção da vitamina é feita através do sol, por isso, médicos encorajam indivíduos a tomarem sol por, pelo menos, 15 minutinhos, diariamente.

Coenzima Q10
A coenzima Q10 é fundamental para produção da moeda energética metabólica, mais conhecida como ATP. A coenzima pode, ainda, aumentar a quantidade de energia disponível para os músculos.

Magnésio
Além da coenzima Q10, o magnésio também é um mineral essencial para produção de energia celular. Além da contração muscular, também auxilia na produção da ATP. Não obstante, é o mineral cofator de diversas funções metabólicas do organismo.

(*) Thaiz Brito é nutricionista pós-graduanda em Nutrição Esportiva Clínica

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comVida & Estilo

Você quer ficar por dentro das notícias de vida & estilo e receber notificações em tempo real?