*

Depois de receber assistência de moda e constantes propagandas gratuitas da amiga Anna Wintour, Hillary Clinton agora tem o apoio público da Vogue América, oficialmente. É a primeira vez que a publicação endossa um candidato.

De acordo com o site oficial da revista, a decisão é atribuída a “todo caos, imprevisibilidade e chocante espetáculo que tem se tornado essa temporada de eleições”. É uma crítica indireta relacionada aos últimos escândalos sexistas de Donald Trump.

NBC/Universal

 

No texto, a publicação ressalta que antigos editores podem ter declarado suas opiniões políticas em cartas editoriais ao longo dos anos, mas a revista nunca apoiou alguém de forma tão direta quanto nessas eleições.

A Vogue sempre cobriu entusiasticamente a carreira de Hillary Clinton, desde sua ascensão como estudante de Direito de Yale, passando pelos anos de primeira-dama até seu último cargo como Secretária de Estado. A revista fez questão de relembrar que também já colocou Donald Trump e seus familiares em suas páginas.

No entanto, a publicação observa que, apesar de Clinton não ser uma “candidata perfeita”, sua grande inteligência e considerável experiência se refletem em suas ações e posições que trarão esperança para a população americana.

Ela apoia a reforma de imigração abrangente, incluindo um caminho para a cidadania. Ela defende a justiça racial e seus anos como secretária de Estado têm demonstrado que sabe como fortalecer alianças no exterior, responder a crises globais e continuar a liderança americana no mundo. "
Vogue America

A publicação também destacou o forte apoio da democrata às mulheres e aos direitos LGBT. Abordou suas propostas fiscais e todo o investimento em infraestrutura e cuidados de saúde que Hillary planeja fazer, pontuando que ela é “uma voz sã quando o assunto é controle de armas.”

Annie Lebowitz/Vogue America/Reprodução Instagram

COMENTE

 
hillary clintonEleições Estados Unidoseleições nos EUA

Leia mais: Moda