Livro revela por que William e Harry tratam o príncipe Charles com frieza

A biografia afirma que a relação entre pai e filhos é diferente do comum, e que eles tratam o patriarca como um chefe

atualizado 18/08/2020 17:52

Príncipes Charles com os filhos, William e HarryReprodução/Instagram

A biografia não autorizada Finding Freedom continua descortinando detalhes pouco conhecidos da realeza britânica. O livro revelou, por exemplo, que o relacionamento dos príncipes William e Harry com o pai, príncipe Charles, é frio e distante.

Em entrevista à televisão britânica, um dos autores do livro, Omid Scobie, afirmou que o motivo para o distanciamento sentimental dos irmãos ocorre por conta das obrigações reais.

Esse “climão” ficou nítido no encontro para uma foto oficial do 70º aniversário do príncipe de Gales, em 2018, segundo Scobie. Apesar dos sorrisos na foto, o momento dos cliques foi um “pesadelo absoluto”, de acordo com o escritor. Ele assegurou que o problema principal era a forma como os príncipes lidavam com o pai.

“Alguém próximo do príncipe Charles disse que foi uma dor de cabeça. Ele não é apenas o pai deles, ele também é o futuro rei e seu chefe”, contou o autor.

0

 

Além de Charles e dos dois filhos, estavam presentes na fotografia a duquesa Camila, Kate Middleton, os netos George, Charlotte e Louis, Harry e a atriz Meghan Markle. O neto mais novo, Archie, não participou porque ainda não era nascido.

Embora escancare muitos detalhes da vida íntima dos membros da realeza britânica, a biografia escrita por Scobie, junto com Carolyn Durand, não foi autorizada pelos duques de Sussex, Meghan e Harry. Alvo principal do livro, o casal garante que não deu nenhuma informação aos autores.

Últimas notícias