*

Cada vez mais os moradores das cidades grandes querem viver em contato com a natureza. Se a tendência é mundial, é ainda mais forte para os clientes das arquitetas Tatiana Lopes e Daniella Rauber, da Aobá Arquitetura e Interiores: uma bióloga e o marido, também proprietários de uma casa na Chapada dos Veadeiros, mas reformando um apartamento de 100 m² na Asa Norte e verdadeiros apaixonados pelo verde.

“Ela gosta muito de plantas. Já fizemos as prateleiras e pensamos nas cores para combinar com o verde porque já sabíamos que ela ia encher de plantinhas!”, explicam. “Os dois são bastante ligados no meio ambiente. Ela trabalha a poucos passos do apartamento e tem um estilo de vida muito legal. Atrás da estante, inclusive, está escondido um minhocário, onde ela coloca o lixo orgânico.”

Responsáveis apenas pela parte molhada da casa, a ideia era criar cozinha e banheiros amplos, aproveitando bastante a luz natural (a janela da cozinha foi, inclusive, ampliada durante a reforma) e a ventilação. Bem leve e descontraída, a cozinha acabou se tornando o coração da casa.

As arquitetas também se comprometeram com diminuir os custos da reforma, e o estilo de vida sustentável dos moradores serviu de inspiração. Se o vidro de um dos boxes de banheiro ficou maior do que esperado, teve de ser encaixado como dava – não era uma opção jogar a peça fora. Uma viga escondida na diagonal apareceu? Foi preciso dar um jeito de incluí-la na decoração.

Veja, na galeria, mais fotos e detalhes do projeto: