Quer ter um ipê branco para chamar de seu? Saiba como cultivá-lo

Aprenda todos os cuidados necessários para colorir seu jardim de branco com a espécie

atualizado 04/10/2021 13:36

Com características quase poéticas, as árvores de ipê são uma paixão brasiliense — pela resiliência de florescer na seca e por trazer um colorido especial à paisagem coberta de tons alaranjados. Para os fãs da espécie, o sonho de ter um ipê para chamar de seu é algo simples de tornar realidade, desde que você tenha espaço e alguns cuidados.

O primeiro passo para plantar a árvore é ter um quintal, já que ela não pode ser cultivada em área pública no Distrito Federal, exceto pela Novacap. Em geral, o ipê é uma ótima alternativa para o paisagismo em diversos ambientes, uma vez que seu porte não é muito grande. Contudo, lembre-se de reservar um bom espaço: ele pode chegar a até 16 metros de altura e o tronco pode alcançar entre 30 a 50 cm.

0
Terreno fértil

Nativa das Américas, a espécie é uma planta rústica que não exige fertilidade — floresce em ambientes de solos rochosos e calcários e se adapta bem a verões quentes e chuvosos, seguidos de longos períodos de estiagem.

Com relação ao clima, o ipê tolera uma grande amplitude de temperaturas, o que facilita o cultivo em grande parte do território nacional, com exceção dos locais em que os invernos são bastante rigorosos e há a ocorrência de geadas.

“O ipê-branco floresce, geralmente, no final do inverno ou na primavera, entre os meses de agosto e outubro, enquanto a árvore está completamente despida de suas folhas”, explicou a paisagista e design de interiores Ana Christina Veras, em entrevista à Casa e Jardim.

A árvore é um dos símbolos de Brasília
Criando raízes

Para plantar um ipê em casa, há duas alternativas: a partir de sementes ou de mudas. A primeira opção costuma ser mais difícil e pode não render frutos. Para garantir o desenvolvimento da árvore, escolha uma muda com, no mínimo, 1,50m de altura.

O plantio pode ser feito em qualquer período do ano, porém, a melhor época para iniciar o cultivo é no período das chuvas. Assim, não é necessário se preocupar em regar a muda constantemente. Com a chegada da seca, elas já estarão prontas para enfrentar o clima. As podas estão dispensadas, mas é fundamental estar atento às pragas e eventuais doenças.

Além da beleza

O ipê branco, além de colorir o jardim, também possui propriedades medicinais a partir de extratos de suas folhas e casca. A espécie é popularmente conhecida por ter resultados promissores no tratamento de doenças inflamatórias e outras enfermidades causadas por microorganismos, de acordo com a paisagista.

Quer ficar por dentro das novidades de astrologia, moda, beleza, bem-estar e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesastrologia.

Últimas notícias