*

A coleção de arte do empresário francês Pierre Bergé foi leiloada por US$ 31,3 milhões em Paris. A venda foi a maior já realizada por uma casa de leilões na capital francesa no quesito “interior de uma casa privada”, e todos os 975 lotes foram leiloados por até quatro vezes acima da estimativa. O leilão foi realizado na quarta-feira (31/10).

O cofundador da marca Yves Saint Laurent faleceu em setembro do ano passado, aos 86 anos, e deixou diversas contribuições às artes e à moda, além do grande acervo de bens que possuía em vários países pelo mundo.

Dentre itens da coleção leiloada estão várias residências do empresário, e quadros de pintores franceses. Algumas das residências são o apartamento na Rua Bonaparte, o refúgio Théo em Saint-Rémy-de-Provence e a Villa Mabrouka, em Tânger, no Marrocos.

Além dos imóveis, dentre as obras de arte, foram arrematados dez quadros assinados pelo pintor expressionista francês Bernard Buffet, a pintura “Sidi Abdallah”, de Eugène Delacroix, a tela “As quatro estações”, de Jean-Baptiste Debret e o quadro “Flores”, de Andy Warhol.

Parte dos artigos leiloados vai para as fundações Pierre Bergé e Yves Saint Laurent, localizadas em Paris, no imóvel que foi o salão de alta-costura do estilista com quem Bergé foi casado.