Turistas são obrigados a fazer quarentena em resort nas Maldivas

A descoberta de dois casos de coronavírus levou as autoridades a fecharem duas ilhas do arquipélago

atualizado 11/03/2020 14:29

Praia paradisíaca em MaldivasSven Hansche / EyeEm/ GETTYIMAGES

Diversos turistas foram postos de quarentena em duas ilhas paradisíacas nas Maldivas, segundo informações da rede televisiva CNN. O episódio aconteceu após dois funcionários do Kuredu Island Resort serem confirmados como os primeiros casos do novo coronavírus no arquipélago do Oceano Índico.

As autoridades desconfiam que ambos tenham sido contaminados por um turista italiano que regressou ao seu país e, por lá, recebeu positivo para o teste da doença. Ele teria entrado em contato com cerca de 173 pessoas durante o tempo que passou no local. Todas estão proibidas de deixar o hotel por pelo menos 14 dias.

Segundo o ministro do Turismo das Maldivas, mais de 1.400 pessoas encontram-se atualmente na ilha, entre visitantes e funcionários.

Entre eles, há 59 austríacos. De acordo com o jornal OE24, as autoridades da ilha já asseguraram ao governo de Viena que vão pagar todas as despesas dos turistas enquanto a quarentena for mantida.

 

Últimas notícias