*

Pesquisadores da Universidade de Dartmouth, nos Estados Unidos, concluíram que, apenas observando as respostas neurais do cérebro, é possível descobrir quais pessoas são próximas. No estudo, 48 bons amigos, amigos de amigos e amigos de amigos de amigos foram analisados enquanto assistiam a videoclipes sobre vários tópicos, como política, ciência, comédia e musicais.

Em seguida, foram comparadas as respostas neurais de cada um. Descobriu-se um padrão que era mais semelhante quanto mais próximos fossem os amigos – e tais reações se manifestaram nas áreas do cérebro responsáveis pelo emocional, atenção e raciocínio de alto nível. Foram testadas amizades de várias idades, gêneros, etnias e nacionalidades, sem nenhuma alteração nas condutas.

“Nós somos espécies sociais e vivemos nossas vidas conectados com todo mundo. Se queremos entender o funcionamento do cérebro humano, nós temos que compreender como nossas mentes funcionam juntas e como uma molda a outra”, explicou a professora de psicologia e ciências do cérebro em Dartmouth, Thalia Wheatley.

Agora, o próximo passo da pesquisa pretende descobrir se as pessoas que reagem ao mundo de forma parecida se aproximam naturalmente ou se passam a pensar de forma semelhante pelo compartilhamento de tempo e experiências.



COMENTE

 
pesquisacomportamentoAmizade

Leia mais: Comportamento