*

Limpar a casa é um trabalho árduo, mas bastante necessário. Se você estiver sem tempo para deixar tudo brilhando, a dica é dar atenção pelo menos para a cozinha. Um relatório da Fundação de Pesquisa para Saúde e Segurança Social (Fess) aponta que a área mais suja do lar é onde se faz e guarda a comida.

Nesse ambiente, a esponja se destaca como o objeto que mais acumula impurezas. A dica é não usá-la em limpezas diferentes: é importante ter uma para louças, uma para superfícies, como mesas, e outras para o fogão. Isso evita transmissão de germes, segundo o mestre em infectologia pela Universidade de São Paulo Artur Timerman.

As esponjas novas, inclusive, contêm milhares de germes por metro quadrado. Por isso, o momento de trocá-las é uma questão de bom senso e vai depender se elas estão muito utilizadas ou não, mas o recomendado é fazê-lo a cada sete dias”, afirma. 

Para estender o tempo de uso das esponjas, Artur aconselha sempre remover os restos de comida e outros detritos, assim como torcer bem depois de lavá-las. Se quiser tirar toda sujeira possível, coloque-as em uma xícara com água e esquente no microondas por dois minutos. “Aquecer as esponjas reduz em 99% a quantidade de bactérias, bolores e leveduras”, comenta.

Já para deixar a cozinha realmente limpa, Artur usa uma lógica semelhante. Ele indica ter um pano específico para cada área, evitando levar bactérias e fungos de um cômodo para o outro. Além disso, ele sugere uma receita caseira para tirar a sujeira dos azulejos da casa.

Basta misturar meia xícara de bicarbonato de sódio, uma colher de sopa de sabão líquido e um quarto de xícara de água oxigenada. Aplique a solução e, após 20 minutos, passe a esponja ou escova”, ensina.



COMENTE

 
limpezaCozinhaEsponja

Leia mais: Comportamento