*

No terceiro episódio da websérie “Mãe de Sete”, Julyana Mendes entrevista a professora brasiliense Gina Vieira Pontes, criadora do projeto Mulheres que Inspiram. A iniciativa desenvolvida na rede pública de ensino busca promover uma reflexão sobre gênero e combater o preconceito por meio da literatura.

Negra, pobre e filha de analfabetos, Gina chegou à segunda série do Ensino Fundamental sem saber ler. “Eu cheguei à escola já muito machucada pelo racismo e idealizava o colégio como um lugar mágico, onde isso não iria acontecer. Mas, para minha surpresa, o racismo também se apresentava lá”, conta a educadora.

Dessa forma, ela passou a primeira série praticamente invisível dentro da sala de aula. Mas a atitude de uma professora mudou a história de vida da brasiliense, confira:

Com oferecimento do Hospital Anchieta e do Exame Laboratório & Imagem, a websérie “Mãe de Sete” terá 12 episódios, veiculados quinzenalmente entre os meses de março e setembro.Os internautas poderão ajudar a escolher os assuntos abordados nos comentários de cada vídeo. Psicólogos, nutricionistas, terapeutas, pedagogos, entre outros profissionais, serão convidados a participar das gravações e aprofundar as discussões nas casas dos convidados.

Ao término da temporada, um evento com especialistas irá debater os temas de maior repercussão. Na oportunidade, os internautas também poderão participar por meio de lives (transmissão ao vivo) no Facebook e no Instagram.