*

O caso do homem que ejaculou em uma mulher dentro do ônibus em São Paulo tem rendido discussões até mesmo nos programas de celebridades.

O “Fofocalizando” da última sexta-feira (1º/9) discutia relatos de famosos que também sofreram abusos. O apresentador Leão Lobo aproveitou para relembrar e desabafar sobre sua experiência.

Ele sofreu um estupro coletivo na adolescência. “Eu passei por isso aos 16 anos e me senti muito culpado. Por ser homossexual, por achar que eu estava errado. Fui abusado por cinco pessoas, com um objeto que me feriu. Isso ficava na minha cabeça sempre”, afirmou.

O jornalista Décio Piccinini elogiou a coragem de Lobo em falar sobre o assunto. “Isso exige uma coragem e uma determinação que pouca gente consegue porque quase ninguém se livra desse tipo de culpa”.

Em 2016, ele havia dado detalhes sobre o caso para a Veja. “Eu fui [na casa do criminoso], achando que ia ficar só com ele. Mas quando cheguei, tinha mais quatro. Me trancaram lá dentro, pregaram a porta. Fizeram de tudo comigo, usaram garrafas em mim. Eu achava que ia morrer”.

 



COMENTE

 
Abuso sexualestupro#Assédioestupro coletivo

Leia mais: Celebridades