*

Um mês após a morte do cantor Mr. Catra, Silvia Regina, ex-mulher dele, participou do programa Superpop, na RedeTV!, de quarta-feira (10/10). No programa, Silvia relembrou os últimos momentos do funkeiro, além de explicar como cuidava dos 32 filhos que teve com Catra.

“Foram 28 filhos de sangue e quatro adotivos, eu tive cinco e cuidava de 15”, detalhou ela a Luciana Gimenez. “Moramos todos no mesmo condomínio, mas cada uma [mulheres de Catra] em sua casa”, completou Silvia, que afirmou ser a principal esposa do falecido.

“Ele teve mil mulheres, esposa [era] eu. Onde ele ia, marcava o lugar dele. As pessoas acham que ter três, quatro mulheres era orgia, bagunça, mas não. Tem que respeitar. Ele não ficava com outra na minha frente, nunca vi agarrado, se beijando”, garantiu.

Silvia também esclareceu como tem sido seus dias após a morte de Catra, vítima de um câncer no estômago. “Eu não acredito, acho que ele está viajando e vai chegar. À noite eu durmo, porque ele trabalhava à noite. De manhã, vinha o desespero”, lamentou. A convidada ainda assegurou que não haverá briga por herança em sua família.

“Não existe um homem com 32 filhos rico. Ele deixou todo mundo com saúde para trabalhar. Quando ele ganhava R$ 100 mil, alugava vans e viajava com todo mundo. Dava o que todo mundo queria, não era materialista”, argumentou Silvia.