*

A atriz Kristina Cohen fez um post em seu Facebook, na madrugada dessa segunda-feira (6/11), acusando o ator Ed Westwick, famoso por interpretar Chuck Bass no seriado “Gossip Girl”, de estupro. A violência teria acontecido há três anos.

Um homem com quem ela namorava na época teria levado a atriz de 27 anos para a casa do ator. Kristina faz participações em filmes e séries, enquanto Ed está no ar na série “White Gold”, da BBC.

O ator esteve no Brasil em duas ocasiões este ano. Em fevereiro, curtindo um evento pré-carnaval em São Paulo e, em julho, no Rio de Janeiro para prestigiar o evento de uma marca da qual é garoto propaganda.

Ainda no post, a atriz afirma que resolveu contar tudo agora para encorajar outras mulheres e homens, que passaram por situações parecidas, a denunciarem seus agressores. Westwick ainda não comentou a acusação.

Leia alguns trechos do texto publicado:

“O último mês tem sido incrivelmente difícil. Assim como muitas outras mulheres, eu também tenho uma história de assédio. Fui estuprada há três anos.

Foi um período obscuro na minha vida. Minha mãe estava morrendo por causa de um câncer e eu não tinha tempo e condições de processar o que aconteceu comigo. Enterrei a minha dor e culpa para receber a devastação que veio com a perda dela.

Namorei um produtor que era amigo do Ed Westwick. Foi ele quem me levou na casa do ator. Quando chegamos, Ed sugeriu que ‘todos nós deveríamos fazer sexo’. Quis ir embora, mas meu namorado era contra porque tinha medo de deixá-lo desconfortável.

Ed insistiu que ficássemos para o jantar. Para tentar sair dessa situação desconfortável, disse que estava cansada e preferiria ir embora. Ele então me sugeriu cochilar no quarto de hóspedes. Aceitei a oferta, me deitei e acabei dormindo.

Fui acordada abruptamente e Ed estava em cima de mim, com seus dedos dentro do meu corpo. Pedi para parar, mas ele era muito forte. Lutei o quanto pude, mas o ator pegou meu rosto, me sacudiu, dizendo que queria fazer sexo comigo. Fiquei paralisada, aterrorizada. Não podia me mover. Ele me segurou e me estuprou.

Estava vivendo um pesadelo. Meu namorado disse que a culpa foi minha porque entrei no quarto por vontade própria. Ele acreditava que se eu prestasse queixa, Ed iria atrás de mim e destruiria minha carreira de atriz.

Sinto nojo de ver homens como Ed sendo respeitados publicamente. A Oxford University, por exemplo, o descreveu como uma ‘pessoa modelo para o mundo’. Como isso termina? Ed usando a fama e o poder para estuprar e intimidar, mas continua por aí, conquistando elogios”.



COMENTE

 
estuprogossip girlEd WestwickKristina Cohen