Não gostou? Como Lucas Lucco, veja formas de reverter a harmonização facial

O tratamento é feito em pacientes que se arrependem de procedimentos com ácido hialurônico. Kylie Jenner teria realizado a reversão em 2018

atualizado 30/09/2020 12:08

Reprodução/Instagram

A aplicação de ácido hialurônico no rosto para harmonizar a face tornou-se um procedimento extremamente popular no Brasil no último ano. De acordo com o Google Trends, a busca pelo tratamento estético subiu 66% do fim de agosto até essa terça-feira (29/9). No entanto, apesar de tamanha fama, nem todos os pacientes ficam satisfeitos com o resultado, como o cantor Lucas Lucco.

Entra em cena, então, a reversão da harmonização facial, que retira o produto injetado no procedimento inicial se houver insatisfação ou formação de nódulos.

A substância utilizada, geralmente, é a enzima Hialuronidase, que desfaz o ácido hialurônico e o elimina pelas fezes e urina. Sem ela, o ácido demora entre 12 e 18 meses para ser reabsorvido pelo organismo.

De acordo com o biomédico José Henrique Santos, a reversão “consome o excesso de ácido da região tratada”. A duração do tratamento varia conforme a quantidade injetada anteriormente. Por esse motivo, Santos recomenda realizar com o mesmo profissional que fez a aplicação do ácido. Durante a retirada, a região pode ficar vermelha, inchada e dolorida.

“Se você fez e não gostou do resultado, precisa esperar pelo menos sete dias para realizar a retirada para estabilizar o ácido e não haver problemas”, diz o especialista, que garante que o resultado da reversão é semelhante ao rosto anterior à harmonização.

0

Para evitar complicações com a reversão, como deixar a área torta, o biomédico orienta que as pessoas procurem profissionais capacitados. Também é preciso atenção à saúde do paciente para não desenvolver quadros de reações alérgicas e anafiláticas.

“O ácido precisa ser muito bem aplicado a fim de alcançar um resultado natural e bonito para o paciente. Não existe uma fórmula de bolo. É preciso alertar a população de que não é porque ficou bonito na celebridade que vai ficar em você”, alerta Santos.

Caso Lucas Lucco

O cantor sertanejo realizou a harmonização facial em 2019, antes de participar de uma novela global. Os fãs do rapaz perceberam a mudança, que dividiu opiniões. Ele contou, no Instagram, que não gostou do resultado do procedimento estético. Isso afetou a sua autoestima.

A insatisfação foi tanta que o cantor começou a retirar o produto pouco depois da aplicação. “No meu caso, eu achei desde o primeiro momento que ultrapassou o limite do que eu imaginava. Confiei no profissional, para a quantidade que ia ser colocado, mas comecei a retirar o ácido do rosto um mês depois”, admitiu, em vídeos compartilhados nos Stories, nesta semana.

0

“Se você quer fazer harmonização, olhe bem o profissional, alguém que vai te aconselhar a fazer algo que fique natural e suave. Se ultrapassar o limite do suave, a gente acaba se olhando no espelho com traços que não são nossos. Há a perda da identidade. Isso é muito ruim para a autoestima. Eu não mexo nesse negócio mais não”, completou Lucas Lucco.

Caso Kylie Jenner

Além de Lucas Lucco, Kylie Jenner também passou por processo de reversão do tratamento estético, em 2018. À época com 22 anos, a empresária contou, em seu canal do YouTube, que diminuiu o preenchimento labial, procedimento que realizava há mais de dois anos. A decisão ocorreu cinco meses após o nascimento de Stormi, sua filha com o cantor Travis Scott.

Embora nunca tenha falado abertamente sobre qual procedimento adotou para a reversão, a imprensa americana acredita que a empresária aplicou a Hialuronidase para reduzir o volume dos lábios. No Instagram, ela respondeu a uma fã, numa foto de 2018, sobre o acontecido.

“Ela parece com a velha Kylie aqui. Não sei por quê”, escreveu uma internauta. “Eu me livrei de todo o preenchimento labial”, respondeu a celebridade.

View this post on Instagram

heat wave

A post shared by Kylie 🤍 (@kyliejenner) on

Últimas notícias