Mulher fica com “pescoço de galinha” após procedimento dar errado

Querendo se livrar da papada, Jayne Bowman realizou procedimento não cirúrgico que, segundo ela, piorou a aparência

atualizado 08/08/2022 23:41

Procedimento estético - papa - galinhaReprodução

A britânica Jayne Bowman se frustrou ao realizar um procedimento estético no pescoço recentemente. Após emagrecer drasticamente, Bowman acabou ficando com excesso de pele na região e, procurando formas de se livrar dele, encontrou uma intervenção não cirúrgica que prometia um belo resultado. A realidade, no entanto, foi outra.

“Não quero mais sair. Estou parecendo uma galinha velha”, disse a inglesa ao tabloide The Sun.

Ao jornal, Jayne contou que pagou 500 libras, cerca de R$ 3 mil, pelo tratamento de plasma de fibroblastos. A técnica consiste em estimular a produção de colágeno na área desejada, a fim de reduzir o excesso de pele. O procedimento ainda é indicado para atenuar marcas de expressão.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Apesar do procedimento ter cumprido a missão de reduzir o excesso de pele, ele deixou cicatrizes no pescoço e no queixo da mulher. “Gostaria de ainda ter o meu pescoço caído. Era melhor do que esse. O tratamento malfeito me deixou em agonia”, lamentou a britânica.

Tratamento malfeito

A moradora de Hampshire encontrou a esteticista responsável pelo tratamento nas redes sociais. Jayne achou a proposta não cirúrgica e pouco invasiva “irrecusável”.

“Foi tão doloroso… Eu disse à esteticista que estava em agonia, mas ela não parecia incomodada. Ela disse que tinha de continuar ou não funcionaria”, desabafou Jayne.

De acordo com ela, durante a intervenção estética, a dor era infernal. “Meu peito, pescoço e rosto ficaram cobertos de pontos marrons e desagradáveis”, adicionou.

“Falei com a pessoa responsável pelo procedimento. Ela não me ofereceu uma solução, apenas indicou que eu realizasse terapia de luz e microagulhamento. No entanto, nada funcionou! Sigo com as cicatrizes”, relatou Jayne.

“Estou presa em casa porque não quero que as pessoas vejam minhas cicatrizes horríveis. Elas parecem tão feias”, lamentou a inglesa.

Por isso, antes de realizar qualquer intervenção estética, é preciso pesquisar sobre o procedimento e buscar um profissional gabaritado.

Mais lidas
Últimas notícias