Influencer usa sangue da menstruação como máscara facial: “Pele de bebê”

Luisa Moraleida afirma que o hábito proporciona benefícios à pele e ao "interior feminino"

atualizado 10/08/2020 17:32

@luisamoraleida/Instagram/Reprodução

A jornalista e influenciadora digital Luisa Moraleida, de 25 anos, causou grande repercussão ao compartilhar um de seus hábitos de autocuidado nas redes sociais: utilizar o sangue do fluxo menstrual como máscara facial. A mineira o considera uma “fonte riquíssima de minerais e nutrientes”, segundo publicou no Instagram.

Luisa começou o hábito no ano passado, quando percebeu que, embora tivesse uma relação positiva com a menstruação, ainda possuía preconceitos e tabus. A maior problemática, garante a jornalista, é que criou-se em torno do sangue menstrual a sensação de algo “sujo, nojento, trabalhoso, doloroso, pecaminoso”. Ela defende que o estigma é errado, tendo em vista que é algo natural e permanente na vida de muitas mulheres.

“Você quer pele de bebê? Sangue menstrual é regenerador, rejuvenescedor e fonte riquíssima de minerais e nutrientes. Mas será que vocês estão ‘prontes‘ para essa conversa?”, indagou Luisa na publicação.

De acordo com a influenciadora, há uma relação de ancestralidade com o ciclo menstrual, deixada de lado ao longo dos anos. “Antigamente, nós nos juntávamos em tendas vermelhas para reverenciar o momento sagrado da menstruação. As anciãs passavam seus conhecimentos para as mais novas e todas compartilhavam segredos, rituais e ensinamentos antigos”, escreveu.

A influenciadora utiliza a máscara de sangue de uma a três vezes durante o ciclo, diluído em água filtrada e soro fisiológico ou misturada com argila. A aplicação é feita com a pontas dos dedos ou com ajuda de uma espátula de madeira.

“Seu sangue é só seu, seu sangue é você. Aprender a vê-lo com amor é uma resistência amorosa e uma revolução pacífica”, salientou.

0

 

Últimas notícias