Dossiê das cicatrizes: saiba tudo sobre as marcas deixadas pela acne

Médico esclarece as principais dúvidas sobre o assunto

atualizado 26/07/2021 10:09

modelo com acneReprodução/Instagram

De acordo com pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia em 2018, a acne é o principal motivo das consultas dermatológicas no Brasil. Ainda segundo a SBD, o problema atinge cerca de 56,4% da população adulta. No entanto, para além dos cravos e espinhas em si, a acne costuma deixar outras marcas, que fragilizam a autoestima das pessoas.

O dermatologista Aldo Vasconcelos afirma que as cicatrizes de acne estão diretamente relacionadas com a manipulação das espinhas, ou seja, o famoso ato de cutucá-las. O médico explica que, ao contrário do que se pensa, o gesto não dá um fim à lesão, mas acaba piorando o caso, aumentando o quadro inflamatório e evitando que a ferida se regenere corretamente. Por isso, não esprema suas espinhas, jamais!

Leia mais no site Alto Astral, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias