Cinco tendências da CASACOR para você por em prática na sua casa

O Metrópoles selecionou detalhes de obras criadas por escritórios de arquitetura e design de interiores brasilienses para adotar em casa

atualizado 19/10/2020 14:25

Casacor/Divulgação

A CASACOR deste ano tem o objetivo de mostrar como será a casa pós-pandemia conforme a visão de arquitetos e designers de interiores convidados pela organização da mostra.  Batizado de Janelas, o projeto celebra os 60 anos da capital com obras criadas por 14 escritórios selecionados pelo trio de empresárias Eliane Martins, Moema Leão e Sheila Podestá. Diferentemente dos anos anteriores, as ideias foram implementadas em contêineres, por conta do novo coronavírus.

“Para a CASACOR, 2020 não é um ano perdido. É um momento de virada. De grandes reflexões e de mostrar a criatividade de toda a equipe. É a primeira vez em 34 anos que o evento não acontece [da forma tradicional] e aprendemos que toda crise traz a oportunidade de fazer algo novo”, declara a diretora superintendente da mostra de design, Livia Pedreira.

Brasília foi escolhida para dar o pontapé inicial na exposição, que ocupa o Parque da Cidade desde o início de outubro. A versão pocket da mostra ficará em cartaz até 2 de novembro. Além de visitar os contêineres presencialmente, é possível participar de uma visita guiada no site. O próximo local a receber a exposição é o Ceará, no dia 25 deste mês.

O Metrópoles selecionou cinco tendências que podem ser colocadas prática aí mesmo, na sua casa.

Confira!

Mais que um dormitório, a casa precisa ser vivida

O distanciamento social e o home office colocaram os holofotes nos lares. Os cômodos de casas e apartamentos foram repensados por conta da estadia em maior tempo, para além do funcional. Em casa, o espaço pode ser ampliado para que absorva do trabalho ao descanso e diversão com mobiliário funcional ou decoração afetiva.

O projeto Spa Deca, idealizado pela arquiteta Larissa Dias, à frente de escritório homônimo,  foi pensado para que as pessoas possam aproveitar e valorizar a própria casa. Linhas retas, teto de treliça de madeira e conexão com a natureza compõem o ambiente, com destaque para uma bancada que parece flutuar.

0

No Espaço Família, projetado pela equipe do Casapark e do escritório Maai Arquitetos Associados, o foco é trazer um novo olhar sobre o morar. Ele foi inspirado na aproximação dos núcleos familiares e conta com ornamentos em dourado e em madeira natural.

0
Ampliação a partir do mobiliário

Outro fator expoente do distanciamento social foi a reclusão de todos os moradores dentro de casa, ao mesmo tempo. Ambientes considerados pequenos podem ser ampliados a partir do mobiliário, para que os moradores sintam-se confortáveis e livres para transitar.

O projeto Caradecasa, de George e Júlia Zardo, ambos à frente do escritório Zardo Arquitetura, focou em transmitir esse conceito na sala. Para tanto, colocaram a metade do sofá encostada no espelho que cobre toda a parede do fundo, proporcionando amplitude ao ambiente.

0

Na sala de leitura e convivência de Hélio Albuquerque e Sonia Peres, o livro ocupa o papel central. O “ampliador” do ambiente Refúgio do Leitor é o painel ripado, que, por sua mobilidade, permite curvas de diferentes raios.

0
Uso de porcelanato

No Sleeping Box, do escritório Miguel Gustavo Arquitetura, o porcelanato estruturado é o grande destaque. O modelo, por apresentar uma superfície levemente abrasiva, é indicado para áreas úmidas, tais como banheiros, decks, piscinas e saunas.

0

No Box Gourmet São Geraldo, pensado pela dupla de arquitetos veteranos Ney Lima e Walléria Teixeira, o ponto alto fica por conta de uma instalação com elementos da natureza, fotografias que traduzem o momento atual da humanidade e para o porcelanato natural. Este, por sua vez, é mais resistentes e áspero, ótimo para áreas nas quais haverão muito movimento.

0
Contato constante com a natureza

Áreas de contato com a natureza ganharam mais força com o distanciamento social, por conta do leveza e conforto que inspiram. Assim, a tendência é que materiais naturais, plantas e pequenas hortas passem a compor cada vez mais o ambiente domiciliar interno, além do externo.

O conceito do projeto Infinito Particular, de André Alf e Marina Lage, foi “criar uma cozinha com horta que ofereça a um jovem talento da gastronomia um espaço adaptável em contato com a natureza”. Para isso, os profissionais escolheram teto verde, madeira, e pedras que criassem cubos dentro de outros cubos. Logo, o contato com a natureza é combinado com a adaptação do mobiliário.

0
Soluções tecnológicas inovadoras

“Quanto a tecnologia uniu pessoas e se fez presente na atualidade?”, indagou o empresário Cláudio Schüller, à frente da CLX Tech Design, junto com Patrícia Schüller, ao desenhar este espaço. Em casa, no contexto pandêmico, a tendência já é vista com os detectores de temperatura e tapetes higienizadores.

No ambiente da designer Denise Zuba, o Home Fitness, a CLX instalou um enorme painel de LED de altíssima definição, composto por 54 placas distribuídas no fundo e no teto do container. A escolha, Claudio explica, “exemplifica bem a minha defesa, como especialista em tecnologia, de que o áudio é para ser ouvido e não visto, afinal, o intuito é provocar emoção”.

0

Últimas notícias