Mãe desabafa após filha ser picada por escorpião: “Ela não me respondia”

A técnica de enfermagem Gabriela de Souza escreveu sobre o incidente com a filha Sophya, de 4 anos, que foi picada enquanto dormia

Reprodução/Facebook

atualizado 24/07/2020 12:05

A técnica de enfermagem Gabriela de Souza, 23 anos, resolveu fazer um desabafo nas redes sociais sobre o susto que levou na última semana. A paulista de 23 anos escreveu sobre o incidente com a filha Sophya, de 4 anos, que foi picada por um escorpião enquanto dormia.

No texto, que já teve quase 4 mil compartilhamentos, Gabriela aproveitou para alertar os pais sobre os perigos desses aracnídeos. “Venho falar sobre o assunto para que vocês, pais e familiares, prestem mais atenção!”, disse.

“Tudo começou dia 17 de julho, por volta das 22h30. Estávamos em casa, dormindo — eu, meu marido e minha filha, Sophya —, quando, de repente, ela começou a gritar muito. Acordamos assustados, meu marido acendeu as luzes, sem imaginar o que estava por vir. Em questão de segundos, eu a virei para ver o que estava acontecendo e veio a surpresa: um escorpião na minha filha”, relembrou.

“Entrei em pânico! No mesmo momento, meu marido conseguiu matar o escorpião e colocá-lo em um pote, pois tínhamos que levá-lo junto até o pronto atendimento. Ela já não me respondia; tinha momentos em que chorava e gritava e, de repente, ficava desacordada! Chegamos no hospital em menos de 15 minutos após a picada”, continuou.

A técnica de enfermagem relatou que a pequena foi atendida rapidamente, mas demorou para responder ao soro antiescorpiônico. “Foram exames atrás de exames, gasometrias atrás de gasometrias, e lá vem a notícia: o veneno do escorpião gostava de coração e, ao que tudo indicava, estava afetando o dela, ocasionando a falta de consciência.”

Depois de horas, Sophya acordou. Já em casa, a mãe mandou dedetizar o imóvel, encontrando vários bichos. Para os pais, ela deixou um alerta: “Se o seu filho chorar desesperadamente, não ache que seja manha. Todo cuidado é pouco. Observe tudo e mostre uma foto do escorpião para ele. Ensine-o a quando ver um, gritar para um adulto”.

Últimas notícias