Vírus novo semelhante ao da Covid pode atacar humanos, diz cientista

Patógeno encontrado em morcegos tem potencial para infectar células humanas. Pesquisador sugere desenvolvimento de vacina mais abrangente

atualizado 22/09/2022 19:49

Ilustração do vírus causador da Covid-19 - MetrópolesDrPixel/ Getty Images

Um novo vírus que está em circulação selvagem em países da Ásia e da Europa Oriental pode infectar humanos e ser resistente às vacinas atuais. A descoberta é de pesquisadores dos Estados Unidos e foi divulgada em um estudo publicado, recentemente, na revista PLoS Pathogen.

De acordo com o professor da Washington State University Michael Letko, o vírus pode “representar uma ameaça à saúde global e às campanhas de vacinação em andamento contra o Sars-CoV-2″. O Khhosta-2, como é chamado, pertence à família dos coronavírus, mas ainda não há evidências de que tenha contaminado humanos.

O vírus havia sido identificado pela primeira vez há dois anos em morcegos na Ásia. Na época, não foi considerado como ameaça aos humanos. Porém, depois de investigá-lo, o grupo do professor Michael Letko concluiu que há possibilidade de o patógeno pular de uma espécie para outra, chegando aos humanos exatamente como ocorreu com o Sars-CoV-2.

De acordo com os pesquisadores, é urgente aumentar os esforços para desenvolver vacinas mais abrangentes, que consigam combater todos os vírus semelhantes aos da Covid-19.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias