Rússia marca data para registro da primeira vacina contra Covid-19

País vem anunciando que pretende ser o primeiro do mundo a disponibilizar a imunização para sua população

atualizado 07/08/2020 11:59

ampolas de vacinaYoungvet/Getty Images

O primeiro registro de vacina contra Covid-19 no mundo deve ocorrer em 12 de agosto. A novidade foi anunciada nesta sexta-feira (7/8) pelo vice-ministro da Saúde da Rússia, Oleg Gridnev, em entrevista coletiva. O país já vinha anunciado que pretendia ser o primeiro do mundo a disponibilizar a imunização para sua população.

“O registro da vacina desenvolvida no Gamaleya Center ocorrerá em 12 de agosto. Agora, o último estágio, o terceiro, está em andamento. Esta parte do teste é extremamente importante. Temos que entender que a vacina em si deve ser segura”, afirmou Gridnev.

A comunidade científica internacional já manifestou preocupação com a segurança e a eficácia da vacina russa, por conta do tempo recorde no qual está sendo produzida em tempo recorde e porque, até agora, os resultados dos estudos das fases 1 e 2 não foram publicados. 

A imunização desenvolvida pela Gamaleya Center é baseada em uma tecnologia diferente da de Oxford. De acordo com a chefe do órgão, Veronika Skvortsova, trata-se de uma vacina recombinante [proveniente] não do vírus vivo, mas, sim, de proteínas capazes de induzir resposta imunológica.

0

Últimas notícias