Reforço de vacina da gripe reduz em 14% risco de demência, diz estudo

Pesquisa feita nos EUA mostrou benefícios a partir do sexto ano de vacinação com doses de reforço do imunizante contra o vírus influenza

atualizado 04/10/2021 17:42

VacinaRafaela Felicciano/Metrópoles

Um grupo de cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Saint Louis, nos Estados Unidos, descobriu que a vacinação anual contra a gripe, além de proteger contra o vírus influenza, pode reduzir em até 14% o risco de se desenvolver demência.

Em estudo publicado na revista Vaccine, os cientistas detalham a pesquisa realizada com a análise de dados de aproximadamente 70 mil pessoas com 60 anos ou mais.

Ainda segundo o artigo divulgado, os benefícios foram observados a partir do sexto ano de vacinação. As informações apresentadas revelam que as doses de reforço anual fortalecem gradualmente o envelhecimento do sistema imunológico, e evitam danos cerebrais.

Os pesquisadores ressaltam que não existem evidências de que a gripe cause a demência, mas o imunizante contra a doença pode trazer benefícios que vão além da proteção ao vírus. “As vacinas contra a gripe podem ser uma intervenção barata e de baixo risco contra a demência”, escreveram os autores do artigo.

Últimas notícias