Precisa viajar? Entenda os riscos de contágio da Covid-19 no carro e avião

Distância, quantidade de pessoas na viagem e percurso devem ser avaliados antes de escolher opção de transporte menos arriscada

atualizado 30/06/2020 21:20

Avião no AeroportoMichael Melo/Metrópoles

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, a palavra “viajar” ficou escanteada no dicionário. Isso porque pegar a estrada de carro ou embarcar num avião não são recomendados em tempos de isolamento social, em que é necessário diminuir a circulação do vírus e as oportunidades de contágio. Mas, e se você não tiver como evitar? Vale mais assumir o volante do carro ou é melhor buscar um assento numa aeronave?

Entender os riscos que envolvidos para a utilização de cada um dos meios de transporte é uma tarefa importante para reduzir as chances de contágio da Covid-19. “Caberá a cada pessoa pesar o risco e o benefício de ir de carro ou de avião. Vou sozinho? A viagem é longa a ponto de precisar dormir em algum lugar? O voo pode estar lotado? Tudo isso envolve riscos”, alerta a infectologista do Hospital da Asa Norte (Hran), Ana Helena Germoglio.

A distância até o destino, a quantidade e as pessoas que estarão na viagem, além da estrutura em volta de cada meio de transporte devem ser avaliadas na hora de escolher como se locomover. “Imagine a viagem ser longa e você precisar ficar hospedado em algum lugar no meio do caminho. Não sabe quem passou por ali, como foi a higienização. Em outra hipótese, imagine você pegar um voo lotado, com pessoas doentes bem ao seu lado… Não dá para cravar qual é o destino mais seguro”, reforça Germoglio, que costuma repetir que, durante uma pandemia, o melhor é sempre ficar em casa.

Seguem orientações sobre como se comportar em cada um dos meios de transportes:

Dicas para aumentar a segurança no carro

– Se puder, viaje sozinho;

– Use máscara sempre que estiver acompanhado no carro;

– Evite conversar com pessoas que não pertencem ao seu núcleo familiar;

– Evite paradas desnecessárias em lojas de conveniência;

– Se a parada for inevitável, procure não interagir com pessoas fora do núcleo familiar;

– A higienização com álcool em gel deve ser feita de forma constante.

Dicas para aumentar a segurança no avião

– Use máscara o tempo inteiro;

– Se for possível, mantenha distância de pelo menos uma fileira na frente, atrás e ao lado;

– Evite usar o serviço de comida e bebida a bordo;

– Fale somente o necessário;

– A higienização com álcool em gel deve ser feita de forma constante.

Últimas notícias