Praticar exercícios por 6 semanas promove melhora no DNA

Pesquisa publicada na revista Molecular Metabolism reforça a ideia de que realizar atividades físicas pode evitar doenças

atualizado 20/10/2021 17:25

Getty Images

Um estudo feito por cientistas da University of Copenhagen, na Dinamarca, mostrou evidências de que realizar seis semanas de atividades físicas já é o suficiente para promover alterações positivas na expressão do DNA, o código genético das pessoas.

A pesquisa, publicada no periódico científico Molecular Metabolism, é mais uma evidência dos benefícios que a prática de um esporte traz.

Melhores dietas para a saúde do coração

0

“Os cientistas descobriram, pela primeira vez, que os exercícios religam os intensificadores em regiões de nosso DNA que são conhecidas por estarem associadas ao risco de desenvolver doenças. Ou seja, o treinamento de resistência altera a atividade de intensificadores no tecido muscular que, por sua vez, regula a expressão de genes que contribuem para o efeito positivo do exercício na saúde humana”, explica o geneticista Marcelo Sady, pós-doutor em genética e diretor geral Multigene.

De acordo com o especialista, o estudo reforça a ideia de que a realização constante de atividades físicas pode auxiliar o organismo a prevenir o desenvolvimento de doenças.

As alterações de DNA identificadas na pesquisa revelam que os exercícios podem prevenir distúrbios cardiovasculares, diabetes, câncer e complicações neurológicas. Além de aumentar a expectativa de vida das pessoas.

Leia a matéria completa no portal Saúde em Dia, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias