metropoles.com

Pesquisadores sugerem uso terapêutico de vibradores por mulheres

O uso regular dos “brinquedos sexuais” estimula a saúde pélvica e auxilia no tratamento da incontinência urinária

atualizado

Compartilhar notícia

Getty Images
Mulher em cima da cama segurando um vibrador
1 de 1 Mulher em cima da cama segurando um vibrador - Foto: Getty Images

Um estudo feito nos Estados Unidos, publicado este mês na revista científica The Journal of Urology, concluiu que o uso regular de vibradores por mulheres proporciona benefícios que vão muito além do prazer sexual.

Ao revisar dados de 558 artigos sobre o uso de vibradores para benefícios médicos – reduzidos a 21 que se encaixavam em todos os critérios do estudo –, os pesquisadores da Cedar-Sinai Medical Center descobriram que os aparelhos estimulam a saúde e força do assoalho pélvico, a redução da dor vulvar e oferecem melhorias na saúde sexual geral. Além disso, o uso é favorável no tratamento da incontinência urinária.

0

Pesquisas anteriores mostraram como a masturbação frequente tem impacto positivo na saúde física e mental das mulheres.

Os dados mostraram também que o uso de um vibrador durante a masturbação reduz o tempo que mulheres levam para atingir o orgasmo e ajuda a alcançar orgasmos múltiplos. Orgasmos regulares são associados à redução do estresse e melhoria da saúde sexual como um todo.

Com os novos achados, a pesquisadora Alexandra Dubinskaya, principal autora do estudo, sugere que os médicos devem começar a prescrever o uso dos vibradores como uma terapia adicional para suas pacientes.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações