Pesquisa da USP diz que Coronavac é eficaz contra todas as variantes

Informação foi divulgada pelo governador João Doria. Butantan fez parte do estudo, mas resultados específicos não foram apresentados

atualizado 10/03/2021 18:08

chegada de insumo para coronavac butantanFábio Vieira/Metrópoles

Em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (10/3), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que a Coronavac é eficaz contra todas as três variantes do coronavírus que circulam no Brasila brasileira, a britânica e a sul-africana.

Segundo Doria, um estudo feito pela Universidade de São Paulo (USP) em parceria com o Instituto Butantan (responsável pela produção da vacina no Brasil) comprovou a eficácia da fórmula.

Foram incluídas no trabalho amostras de 35 pacientes imunizados com a Coronavac. “As amostras são colocadas em um cultivo de células e, posteriormente, infectadas com as variantes. A neutralização consiste em testar se os anticorpos gerados em decorrência da vacina vão neutralizar, ou seja, combater o vírus nesse cultivo”, explica, em comunicado, o governo paulista.

O documento afirma ainda que o estudo completo inclui uma quantidade maior de amostras, que estão sendo analisadas. O levantamento completo ainda não foi publicado.

“Uma nova pesquisa comprova que a vacina do Butantan é eficaz contra as novas cepas do coronavírus. Essa é uma excepcional notícia. Essa pesquisa do Butantan feita em parceria com a USP comprovou que essa vacina é eficaz contra as três variantes do coronavírus em circulação no Brasil”, disse o governador.

0

Últimas notícias