Entenda como vai funcionar o novo calendário de entregas da Coronavac

Governo de São Paulo afirma que Instituto Butantan antecipará a entrega de 100 milhões de doses da vacina em 30 dias

atualizado 02/03/2021 20:14

Vacina CoronavacFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – O estado de São Paulo iniciou o mês de março com um novo calendário de entrega da Coronavac. O governador João Doria (PSDB) promete que a produção da vacina, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, será de 100 milhões de doses até 30 de agosto.

O cronograma inicial de entregas ao Ministério da Saúde era 30 de setembro. Desse modo, Doria disse que a antecipação em um mês foi possível pela contratação de novos profissionais e funcionamento do Butantan 24 horas por dia nos sete dias da semana.

Nesta quarta-feira (3/3), o governo paulista enviará 900 mil doses da vacina para o órgão federal de saúde, que serão distribuídas em território nacional.

Já na manhã de quinta-feira (4/3), o estado paulista receberá oito mil litros de insumos para produção da Coronavac. O voo partirá de Pequim e desembarcará no Aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo. Os detalhes do itinerário devem ser revelados em breve.

Com o material, o governo calcula que será possível fabricar 14 milhões de doses do imunizante. No mês de março, o Ministério da Saúde receberá 21 milhões de doses da vacina feita no Brasil.

Portanto, o Instituto Butantan tem como meta fabricar 46 milhões de doses Coronavac até o final de abril. O calendário estadual aponta que outros 54 milhões de doses serão entregues ao governo federal até 30 de agosto.

Segundo o governador Doria, o Instituto poderá fabricar os insumos da vacina em dezembro deste ano, ou seja, sem depender do envio de carga da China.

Entregas da Coronavac em 2021

Em fevereiro, o estado de São Paulo entregou 17,3 milhões de doses da vacina produzida no Butantan. No mês de janeiro foram 8,7 milhões da Coronavac.

Desde sábado (27/2), idosos com idade entre 80 e 84 anos podem ser imunizados em todo o estado. Já a vacina para cidadãos de 77 a 79 anos estará disponível a partir de quarta (3/3). O pré-cadastro on-line, recomendado para agilizar o atendimento presencial, é feito neste site.

De acordo com o governo de São Paulo, 2.488.380 milhões de pessoas foram vacinadas até as 21h dessa segunda-feira (1º/3). Ao todo, 1.941.843 paulistas receberam a primeira dose, enquanto 546.537 já tomaram as duas doses.

Para Doria, o ritmo da vacinação no âmbito estadual é “bom”. O estado de São Paulo tem cerca de 46 milhões de habitantes.

0

Últimas notícias