Para conter 2ª onda de Covid-19, Espanha declara novo estado de emergência

A principal medida proíbe a população de circular entre às 23h e às 6h e pode durar até seis meses

atualizado 25/10/2020 14:30

arte coronavirus COVID-19 mundo mundialGetty images

A Espanha declarou neste domingo (25/10) estado de emergência no país para tentar conter uma nova onda de infecções pelo coronavírus. A decisão foi anunciada pelo primeiro-ministro Pedro Sánchez e valerá pelos próximos seis meses.

Entre as medidas estabelecidas, estão o lockdown entre 23h e 6h – exceto para as Ilhas Canárias – e a permissão para que as regiões autônomas apliquem medidas de restrição à circulação, como a proibição de reuniões e o fechamento do comércio.

No sábado (24/10), o país registrou 231 novas mortes pelo vírus, maior número desde abril, quando foram registrados 224 óbitos.

A 2ª onda da pandemia no país está sendo menos letal do que a 1ª, que atingiu seu clímax entre o final de março e o início de abril, com cerca de 800 mortes por dia. Desta vez, a maioria dos infectados é jovem.

“Semanas muito duras virão, o inverno está chegando, a 2ª onda não é mais uma ameaça, é uma realidade em toda a Europa”, afirmou o ministro da Saúde, Salvador Illa.

Últimas notícias