metropoles.com

OMS lança lista de fungos que representam alerta para a saúde global

Organização internacional aponta que resistência de infecções fúngicas aos tratamentos é um risco crescente

atualizado

Compartilhar notícia

Divulgação
Imagem colorida de fachada da Organização Mundial da Saúde - Metrópoles
1 de 1 Imagem colorida de fachada da Organização Mundial da Saúde - Metrópoles - Foto: Divulgação

A Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou, nesta terça-feira (25/10), uma lista com 19 patógenos fúngicos que representam ameaça à saúde humana. Os tratamentos contra esses organismos não estão suficientemente desenvolvidos e a sua presença em pacientes está cada vez mais comum, diz a entidade.

A OMS tem listas semelhantes de vírus e bactérias que servem como guias para definir quais pesquisas devem ser priorizadas. No entanto, a organização afirma que as infecções por fungos e sua crescente resistência ao tratamento são um risco à saúde devido à falta de foco e vigilância no decorrer da história.

As infecções fúngicas geralmente acometem pessoas que já estão gravemente doentes, como pacientes com câncer ou tuberculose. Foi observado também um aumento de casos entre aqueles que precisaram ser hospitalizados por causa da Covid-19 durante a pandemia.

A OMS alerta ainda que a utilização inadequada de fungicidas, principalmente na agricultura, além de mudanças climáticas, pode agravar o problema. O uso indiscriminado dos produtos pode desenvolver espécies mais resistentes ao tratamento.

A lista divide os patógenos em três categorias e leva em conta o impacto potencial na saúde e os seguintes dados sobre sua resistência: prioridade crítica, alta e média. O grupo crítico inclui o fungo Candida auris, que é altamente resistente a medicamentos, o Cryptococcus neoformans, Aspergillus fumigatus e Candida albicans.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações