Nove entre 10 pacientes relatam efeitos colaterais da Covid-19, diz estudo

De acordo com pesquisa feita na Coreia do Sul, fadiga e dificuldade de concentração são os sintomas mais comuns entre os recuperados

atualizado 29/09/2020 15:09

Espirro - coronavirusPixabay

Um estudo realizado na Coreia do Sul mostra que sair da infecção provocada pelo novo coronavírus não garante a recuperação imediata da saúde.

Nove em cada 10 pacientes da pesquisa relataram sofrer algum efeito colateral  persistente da doença, segundo a Agência de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia (KDCA).

Os resultados preliminares foram divulgados nesta terça-feira (29/9) em uma reportagem da agência Reuters. O estudo completo, com mais detalhes, deve ser publicado em breve, segundo o professor da Escola de Medicina da Universidade Nacional Kyungpook em Daegu, Kim Shin-woo.

Por meio de um questionário on-line, 879 dos 965 participantes responderam que estavam sofrendo com algum efeito colateral da doença. O mais comum foi a fadiga, relatado por 26,2% dos respondentes. Na sequência apareceram dificuldades de concentração (24,6%), danos psicológicos ou mentais e perda do paladar ou do olfato.

0

 

Mais lidas
Últimas notícias