Jovem desenvolve rachaduras no rosto após interromper uso de remédio

Crostas apareceram na pele da francesa Ariane Sajous quando ela abandonou a utilização de cremes esteroides para tratar eczema

atualizado 28/10/2021 12:37

Jovem com eczemaArquivo Pessoal

A francesa Ariane Sajous teve eczema por anos e controlava o problema com o uso de cremes esteroides. O eczema é uma inflamação aguda ou crônica na pele, cujos sintomas são coceira, inchaço, bolhas e vermelhidão.

A condição cria constrangimentos para o paciente, mas é tratável com cremes tópicos. No caso de Ariane, a condição se agravou de maneira surpreendente quando ela deixou de usar os medicamentos, em 2017.

A aparência da pele piorou de uma maneira tal, que crostas apareceram no rosto e, constrangida com a própria aparência, ela passou a evitar sair de casa.

 

0

 

“Meu rosto inchava e formava umas crostas amarelas. É muito debilitante e aterrorizante não saber o que está acontecendo com você”, afirma.

Abstinência

Ao parar de usar os cremes, a jovem desenvolveu uma espécie de síndrome de abstinência, conhecida como Topical Steroid Withdrawal ou TSW. Os sintomas da condição incluem sensação de queimação, descamação, inchaço, vermelhidão, nódulos com pus, insônia, perda de cabelo e depressão.

“Era difícil não me sentir feia e nojenta. Hoje, sinto a necessidade de avisar às pessoas que isso não é algo contagioso”, explicou Ariane ao jornal The Sun.

Ariane acabou deixando seu emprego como garçonete devido ao estresse causado pela situação. Ela encontrou um novo tratamento chamado Moisture Therapy, método que procura deixar a pele menos dependente de medicamentos à base de esteroides.

Mais lidas
Últimas notícias