Equipe da OMS desembarca na China para investigar origem do coronavírus

O trabalho começará por Wuhan, primeiro epicentro da pandemia de Covid-19. Antes, grupo deve cumprir quarentena de duas semanas

atualizado 14/01/2021 10:41

Coronavírus atacando as células humanasFiocruz/Inmetro

A equipe de especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) que investigará a origem do novo coronavírus chegou nesta quinta-feira (14/1) a Wuhan, na China. Os cientistas buscam pela origem animal do Sars-CoV-2 e os possíveis canais de transmissão do vírus para humanos que resultou na pandemia da Covid-19.

Wuhan foi a primeira localidade a confirmar um caso de infecção pelo novo coroanvírus no mundo, em dezembro de 2019. A cidade foi também o primeiro epicentro da pandemia. É por lá que a apuração terá início, de acordo com o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, Zhao Lijian.

Os cientistas da equipe da OMS partiram dos Estados Unidos, Reino Unido, Japão, Rússia, Holanda, Dinamarca, Austrália, Vietnam, Alemanha e Catar. Eles devem cumprir a quarentena de duas semanas exigida pelo governo local antes de começar os trabalhos.

“Não acho que devamos descartar nada, mas é importante começar no local, obviamente em Wuhan, onde ocorreu um grande surto”, disse Marion Koopmans, um dos pesquisadores da OMS, ao canal de televisão chinês CGTN.

Na última semana, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, se disse “muito decepcionado” com a China e criticou a postura do país por colocar obstáculos para a entrada dos técnicos no país. Dias depois, a Comissão Nacional de Saúde afirmou que vai “cooperar” com os cientistas no trabalho de investigação.

0
0

 

 

Últimas notícias